terça-feira, 1 de abril de 2014

A verdade do futebol português no Game of Thrones: A casa Stark

Capítulo I                                                                                        
A casa Stark


<SPOILERS: quem não viu as primeiras 3 temporadas da série, e planeia fazê-lo, não deve ler este post>

No continente de Westeros, se existe uma família que traduz fielmente aquilo que o Sporting representa no futebol português, é a família Stark. O seu símbolo é um lobo, mas bem que poderia ser um leão. Trata-se de uma longa linhagem de gente honrada, austera, e aversa a luxos, que evita envolver-se nas lutas de poder e bastidores, mas que acaba por ser arrastada pelos seus inimigos para uma guerra sem quartel.

O paralelismo com o passado recente do Sporting é evidente. Lutando contra os seus inimigos com armas desiguais, os Stark procuram manter uma postura digna e virtuosa, mesmo perante a constante falta de escrúpulos dos seus inimigos.

Da mesma forma que as aspirações do Sporting no campeonato acabam fatalmente por ser decapitadas pelos servos dos seus inimigos, o destino dos Stark tem sido igualmente horripilante. Primeiro foi o pescoço de Eddard que acabou na ponta do machado do carrasco, como resultado de manobras de bastidores e intriga política. Depois, a sua mulher, Catelyn, e o seu filho e sucessor, Robb, são traídos e assassinados por supostos aliados durante um casamento, num episódio que ficou apropriadamente conhecido com Red Wedding (Casamento Vermelho).


Atacados por todos os lados, os Stark parecem ter sido definitivamente derrotados pelos seus inimigos. O seu castelo, Winterfell, foi conquistado à traição por uma casa rival, e os restantes descendentes de Eddard, os jovens Jon e Sansa, e as crianças Arya, Bran e Rickon, estão espalhados pelo continente, alguns deles a viver clandestinamente, de forma a não terem o mesmo destino que os pais e o irmão mais velho.

É precisamente nestes jovens talentosos valores da academia Stark que reside a esperança da família voltar aos seus dias de glória, principalmente em Jon (filho ilegítimo de Eddard), Arya e Bran. Jon está a ser treinado para vir a ser um carismático líder, Arya demonstra aptidões que a poderá levar a ser uma perigosa assassina, e Bran desenvolve poderes que lhe permitem antever o futuro. Todos eles prometem vir a transformar-se em poderosas personagens capazes de vingar todo o mal que lhes foi feito pelos seus inimigos, acompanhados por um enorme e fiel exército adormecido que aguarda ansiosamente o reaparecimento de um Stark que os lidere até à glória.

"Winter is Coming" é o lema que os Stark seguem como modo de vida, de quem sabe que se aproximam tempos difíceis e que quem continuar a gastar recursos acima das suas possibilidades e não se preparar antecipadamente para o longo inverno irá sofrer as consequências. Faz-vos lembrar alguma coisa?

Série completa:
Prefácio
Capítulo I - A casa Stark
Capítulo II - A casa Lannister
Capítulo III - A casa Baratheon
Capítulo IV - A casa Targaryen
Capítulo V - A casa Greyjoy

4 comentários :

  1. Falta o Rickon, uma das maiores incognitas dos livros entretanto publicados. Quanto a Jon Snow ... bom ;)

    Confesso que arriscava a associação dos Stark ao Sporting. A luta contra a injustiça, a rebeldia, a coragem ... está lá tudo ... e sobretudo o exército adormecido que somos. Temos de acordar a malta.

    ResponderEliminar
  2. Mt giro... Curioso que apesar do Leão associado aos Lannister (o clã no poder), tb sempre me identifiquei (e apoiei) os Stark. Ned então era super carismático, mais do que o filho Rob... Para a 4.ª temporada já não contamos nem com um, nem com o outro. Aposto em Bran... Uma personagem super interessante e enigmática. Bran apesar da sua condição de paraplégico (após o episódio em que foi empurrado pelos irmãos Lannister incestuosos), tem uma força brutal! E os novos poderes que o miúdo vem conquistando? Tomara o BdC estar ao nível deste puto!!! LOL!

    Parabéns, fico a aguardar os próximos episódios!

    Abç e SL!

    ResponderEliminar
  3. Ned Stark não foi morto na guilhotina, mas simplesmente decapitado. Fora isso, vamos a ver o que é cada um dos seus filhos vai acabar por fazer e até onde o seu sobrinho irá chegar, pois parece que só ele e a sua prima é que conseguirão por um travão na real ameaça que paira sobre o lado sul da Muralha de Westeros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Tywin, espero que Sir Ilyn Payne não fique zangado comigo. Já corrigi. :)

      Eliminar