quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Os 22 campeonatos do Sporting

Excelente vídeo publicado pelo Sporting, que explica por que razão os Campeonatos de Portugal devem ser considerados como campeonatos nacionais. De visualização e partilha obrigatória. 


Aqui fica o texto publicado por Bruno de Carvalho na apresentação do vídeo:



ESTA É A VERDADEIRA COMISSÃO DE ESPECIALISTAS!

22 TÍTULOS DE CAMPEÕES NACIONAIS, A VERDADE A QUE TEMOS DIREITO


Desde 2015, quando sozinho iniciei esta luta pelo reconhecimento das 17 edições do Campeonato de Portugal como título máximo do nosso futebol, até à recente declaração da Federação Portuguesa de Futebol em criar uma comissão de especialistas para emitir um parecer técnico sobre a questão dos títulos, muita coisa aconteceu no futebol português. A história centenária do futebol português não pode ser reescrita nem alterada, ainda para mais quando as competições foram disputadas com lealdade e cumprindo com todos os regulamentos.

Podem demorar o tempo que quiserem que a verdade não pode ser adulterada, ou seja, o Campeonato de Portugal (entre 1922 e 1938) era, como aliás está inscrito no site da Federação Portuguesa de Futebol e reconhecido pelos jornais da época, a competição que servia para apurar o campeão nacional de futebol.

Divulgo hoje, em primeira mão, um breve vídeo em que é explicada toda esta questão e em que são apresentados aqueles que são os nossos principais argumentos, aqueles que o Sporting Clube de Portugal considera relevantes, desde o primeiro momento (e a que só agora outros clubes que venceram também o Campeonato de Portugal começam a juntar-se e, desta forma, a honrar as páginas mais bonitas das suas histórias):

JORNAIS DA ÉPOCA

Dezenas de publicações diferentes com o mesmo entendimento:
Campeonato de Portugal = Campeonato Nacional

OUTROS REALIDADES

Serie A (Itália) e Bundesliga (Alemanha) são casos iguais ao nosso;
Mundiais de 1934 e de 1938 disputados na integra em sistema de eliminatórias;
UEFA não reconhece a Taça Latina pois era disputada apenas por 4 países;

CAMPEONATO EXPERIMENTAL

‘Experiência’: substantivo feminino que é um ensaio ou tentativa;
‘Experiência’: palavra que surge dezenas de vezes nas actas da FPF entre 1934 e 1938;
Sistema fechado apenas a 4 associações de futebol: Lisboa, Porto, Coimbra e Setúbal;
Fase de qualificação para a disputa do título máximo: o Campeonato de Portugal;

Toda esta informação pode ser consultada de forma detalhada em www.sporting.pt/averdade.

É lamentável que em Portugal ainda existam media que não são totalmente livre, que se demitem de procurar a verdade, e que tenha que ser um clube a fazer todo um trabalho de investigação com base nos jornais da época, nas actas/documentação da própria Federação Portuguesa de Futebol e na regulamentação (entenda-se o modelo competitivo) das provas nacionais existentes em Portugal entre 1922 e 1938.

Votos de um excelente 2018… esperando que haja uma decisão, pelo menos, até 2021 (ano em que Portugal celebra o centenário da realização dos campeonatos nacionais, sendo que a lógica diz que terão de haver 100 campeões e não apenas 83).

15 comentários :

  1. http://www.sporting.pt/pt/averdade000

    Está lá tudo... cronograma e tudo

    ResponderEliminar
  2. Escusado dizer que a federação só começou a interessar-se por este assunto porque faz 100 a realização de campeonatos nacionais...

    ResponderEliminar
  3. Tens aqui a contribuição do Alberto Miguéns para essa discussão, com documentos de época:

    http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/2017/05/e-preciso-fazer-um-desenho.html

    http://em-defesa-do-benfica.blogspot.pt/2016/06/revisionismo-sportinguista.html?m=0

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Shadows, já conhecia esses argumentos. Não posso concordar com eles, porque o que está em causa, a meu ver, é o conceito e princípio do que significa ser campeão nacional. Até 38/39, o título máximo nacional era o Campeonato de Portugal, o único aberto a todas as equipas, e assim era reconhecido por todos na altura. Não é legítimo que, a posteriori, venham dizer que os campeões nacionais da década de 20 e da maior parte da década de 30, afinal, não eram campeões nacionais. Tudo o resto é acessório.

      Eliminar
    2. O que é que este falso independente hipócrita quer?

      Eliminar
    3. "São campeões nacionais todos os clubes que ganharam esta prova, propriamente dita, de 1921/1922 até 1937/1938 e, serão campeões nacionais os clubes que vierem a ganhar a competição, organizada em novos moldes, a partir de 1938/1939".

      É impressionante como nem depois de lerem isto chegam ao óbvio!

      Alberto Miguéns, benfiquista de gema (ou seja, daqueles que merecem todo o respeito) não consegue ser imparcial nestes assuntos!
      Já tive oportunidade de conversar com ele no seu blog e notei logo isso! Nada contra, afinal, todos nós defendemos os nossos clubes o melhor que pudemos e sabemos mas neste caso, só a frase que citei acima desmonta qualquer teoria!

      Saudações Leoninas

      Eliminar
    4. Não digo que a tua interpretação não possa ser legítima, mas olhando para tudo o que é documentação nos posts do AM, só posso concluir o mesmo que ele, até porque parece que foram decisões aceites por todos os clubes na altura.

      Mas sinceramente, e diria o mesmo se fosse o SLB a levantar esta lebre, parece-me mais uma cortina de fumo que outra coisa. O que importa são os títulos que estão por ganhar e não os que já foram disputados. Abraço!

      Eliminar
    5. O armario antes era onde se metiam as armas, segundo o lagartedo meterem-se copos e pratos etc etc nos armarios é contra a verdade desportiva!!

      O argumento que os jornais no anos 30 diziam então é porque é, só podia sair mesmo do lumiar. Os jornais no anos 30 diziam que a terra era plana, então é porque é!

      E alguem sabe-me explicar o que é isso de "22 titulos de campeões nacionais"? Conheço campeonato de Portugal, taça de portugal, Supertaça e taça da liga. O sporting inventou uma competição foi isso? lol

      Um campeonato experimental não deixa de ser um campeonato, querer tirar campeonatos à equipa que ganhou os campeonatos e dar a equipa que fez 6 jogos na taça contra equipas como o Marinhense, é de um ridiculo que só podia sair mesmo do Lumiar.

      Em 1921 Sporting e Porto jogaram um contra o outro. Querer meter isto no mesmo saco que um campeonato de 14, 16, 18 equipas é de um ridiculo que mais uma vez só mesmo vindo do lumiar.

      Depois da lavagem a omo do Apito Dourado com a benção do Sporting, agora só faltava mais este aborto com a benção do Porto.


      Cada vez mais orgulhoso de ser Benfiquista.

      Eliminar
    6. Não saber a diferença entre factos históricos e científicos deixa-o orgulhoso? Não conhecer a história das competições nacionais entre 1922 e 1938 deixa-o orgulhoso? Não saber qual o fundamento por trás das Ligas Experimentais deixa-o orgulhoso? Não saber que o Benfica foi campeão europeu em 1962 depois de... 7 jogos (A. Viena, Nuremberga, Spurs e RMadrid) apenas deixa-o orgulhoso? Não saber que os primeiros campeonatos mundiais e europeus tinham apenas um punhado de jogos deixa-o orgulhoso? Fazer de conta de que não sabemos o conteúdo dos emails e as jogatanas de bastidores do seu clube deixa-o orgulhoso? Claramente, por muito errado que esteja o seu orgulho, acho que está no clube certo.

      Eliminar
  4. É absolutamente inacreditável que alguém queira ser sério quando escreve que foram considerados campeões... 4 anos depois! À posteriori! Como se isso fizesse o mínimo sentido!! Uma aberração grotesca da história! Revisionismo puro e duro! Alguém aceitaria que daqui a 10 anos se mudassem os campeões nacionais entre 2007 e 2017 porque se criou uma nova competição baseada na Taça da Liga e agora só eram campeões o SLB, Moreirense, VFC e Braga??!! E confundem sempre formato, troféu e importância das provas, que são três coisas distintas, porque devem pensar que nascemos ontem! Não há pachorra

    ResponderEliminar
  5. Os sportinguistas têm a sua própria verdade, mesmo que não seja verdade.
    É a chamada verdeade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós não é?Vai lá celebrar ligas experimentais e gritar "1904" para o pessoal se rir mais um pouco..

      SL

      Eliminar
    2. Nós temos é argumentos e documentos. Os lampiões, sem uns nem outros, sobram-lhes os insultos.

      Eliminar
  6. Mestre, para quando um post acerca dos milhões da treta do João Mário? Até em Itália já é consensual que ele não vale isso. heheh

    Já que foi levantada essa suspeita para jogadores como por exemplo o Bernardo Silva, um dos mais talentosos da sua geração... então o que dizer do João Mário? heheh

    Cumprimentos

    ResponderEliminar