quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

A teoria do fosso

A culpa é do fosso entre o futebol português e as principais ligas. A maior parte dos nossos comentadores despertou para essa realidade após a derrota caseira do Porto frente ao Liverpool por 5-0. É óbvio que uma equipa que gasta 80 milhões num central estará, à partida, suficientemente bem apetrechada para vencer qualquer equipa portuguesa. Perante as disparidades de investimento e dos salários praticados, o resultado normal será sempre a vitória da equipa que tem mais dinheiro para gastar, e não o contrário. Mas daí a achar que perder por 5-0 é um resultado que reflete esse fosso, também parece demasiada condescendência: no fim do dia, não deixam de ser 11 contra 11, e os clubes portugueses habituaram-se a ter uma série de jogadores que, mesmo tendo custado muito menos dinheiro e auferindo salários muito inferiores, estão à porta de serem recrutados pelas principais ligas. Perder por 5 é sempre um resultado catastrófico, tenha o adversário o nome que tiver, seja Liverpool, Bayern ou Basileia. A única distinção que pode ser feita é que, dentro do patamar catastrófico, há uns mais humilhantes do que outros.

O que acho mais curioso é que nas múltiplas ocasiões em que o Sporting perdeu com equipas desse patamar nas últimas duas épocas - Real Madrid, Borussia Dortmund, Barcelona e Juventus, em que, com exceção dos 2-0 de Barcelona, todas as derrotas foram por 1 golo, algumas das quais ao cair do pano - não me lembro de ter ouvido falar na teoria do fosso. O único resultado verdadeiramente anormal que o Sporting teve nas últimas edições da Liga dos Campeões foi a derrota por 2-0 em Varsóvia. De resto, discutiu taco a taco praticamente todos os jogos que fez. Pelo meio, empatou um dos jogos com a Juventus, venceu o Legia uma vez e venceu o Olympiakos duas vezes. Mas lembro-me bem das críticas que se ouviram, por exemplo, quando perdemos em Turim com uma reviravolta no último quarto de hora. Aí não me lembro de ouvir ninguém a falar em fossos. Dentro do que havia para ser cobrado, não houve condescendência.

P.S.: tenho muita pena que Ribeiro Cristóvão - aquele que receava que o Sporting humilhasse o futebol português quando saiu o Manchester City no sorteio - não tenha sido convidado ontem pela SIC Notícias para comentar o jogo. Aposto que seria apenas mais um a lamentar a existência do fosso...

15 comentários :

  1. Caríssimo:
    O problema é que na Europa há controlo anti-doping.
    Penso que, como eu, não acha a intensidade com que o Porto jogou, igual à que teve no jogo com o Sporting, pois não?
    Pois é, Red Bull dá-te asas, mas é só na competições internas, onde os poucos controles que há são com aviso prévio pelas toupeiras. Se dúvidas houvesse, o carnide acaba de contratar o Dr. Luís Horta. Ai os conflitos de interesses...
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Agora percebo a insistência com o BdC para fechar o fosso.... sempre achei que era no estadio, mas agora vejo que é o "fosso" entre as grandes equipas e o Sporting. Ja estamos a tratar disso!!

    A derrota com o Bayern Munique, também por 0-5 já não era o fosso??
    E agora ninguem goza? Agora é um colosso por isso tem desculpa?

    ResponderEliminar
  3. O Mestre não está a ser justo. Não somos só nós que não levamos com condescendência.
    Quando o slb levou 5-0 do basileia, também não se falou da teoria do fosso.

    (já agora, um erro no texto, ficou 1-0 em varsóvia, não 2-0)

    ResponderEliminar
  4. Exactamente o que pensei quando ouvi os comentários ontem, mas há que enaltecer que o David Borges deu o exemplo da preparação que JJ faz dos jogos europeus, e que se bateu taco a taco com os "grandes" da Europa, o que demonstra bastante bom senso e isenção.

    Muito bom a nota no último parágrafo...

    ResponderEliminar
  5. A teoria do fosso ou atirar alguns ao fosso é que deveria de servir de exemplo....

    ResponderEliminar
  6. Mestre para mim nada de novo. Afinal a comunicação social desportiva não é mais do que um género de cartilha mais abrangente! Mas a verdadeira razão do meu comentário é apenas para dizer que Ribeiro Cristóvão é o maior lacaio desse mesmo sistema!! Nunca me enganou, sportinguista ou não. O que ele é verdadeiramente é um ser sem coluna vertebral que diz simplesmente o que o establisment quer ouvir. É tal como o mestre diz... Vejam o vídeo da eliminatória do SCP com o City e ouçam o que ele diz, não por ser o Sporting mas um clube português.... É VERGONHOSO.

    ResponderEliminar
  7. Que foi uma humilhação, foi, ainda por cima em casa, tal como foi com os basileios. Mas a humilhação suprema foram mesmo os 3-0 do Skenbeubeu.
    Mas o único clube em Portugal que pode falar em fosso e em fossa é mesmo o Sporting.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó palerma só levaste 7 do Basileia....por falar em fossa...quando é que o Castrado Orelhas larga os calabouços do DIAP...além do segundo clube com mais dívidas da Europa tens um presidente com mais processos como arguido na Europa do futebol.

      O Ministério Público já deve estar enjoado e enojado de ver tantas vezes o Orelhas Cadastrado no DIAP...

      Eliminar
    2. É impressão minha ou o carnide fez 0 pontos este ano na champions?

      Eliminar
    3. não há dúvidas de que perder com um clube como o skenderbeu é vergonhoso. estamos a falar de um clube que, este verão, empatou com o young boys!
      são clubes que têm menos custos com jogadores do que o LFV tem custos com tribunais.

      mas não posso concordar que seja pior que levar 5 de clubes como olympiakos, young boys e basileia. imagino que seja muito mais vergonhoso levares 5 de três clubes cujos os orçamentos, somados, não chegam a 10% do valor das dívidas do presidente do clube que levou 5.

      Eliminar
    4. Ia jurar que essa derota foi num grupo em que o Sporting se apurou...

      Já levar 5 do AEK e Basileia ou os brilhantes 7 de Vigo são apenas coisas que acontecem...

      Eliminar
  8. *derrota por 2-0 em Varsóvia.* ??? Perdemos so por 1-0, foram la 2 ou 3x e marcaram um e ficaram sempre na defesa...

    ResponderEliminar
  9. Giro giro era os adeptos do FCP levaram uns cartazes para o proximo jogo a comentar a infelicidade do seu GR.. assim a lembrar o que fizeram ha' uns tempos ao GR da Selecao Nacional.

    ResponderEliminar
  10. Aqui vai de um Portista:

    - O resultado de ontem deveu-se tao so ao desnivel de maturidade tactica entre as duas equipas e as mas opcoes feitas pelo Sergio. Por um lado, o Porto actual e um projecto recente, nascido de imposicoes sobre a aquisicao de activos. Muita imaturidade para estas andancas. Por outro, o Sergio - ao contrario de embates anteriores para a Champions - resolveu recorrer ao 4x2x4, adequeado aos Moreirenses desta vida, mas que permitiu ao Liverpool explorar em toda a plenitude o seu ponto mais forte, que sao as transicoes rapidas.

    Nada disto tem a ver com o tal fosso. E futebol. Estou triste, mas perdemos por em casa porque fomos piores e incompetentes.

    ResponderEliminar
  11. Muito bem Mestre.

    A diferença de tratamento e análise às derrotas do Sporting na Champions versus tripeiros e lampiões é simplesmente vergonhosa.

    Ao Sporting parece ser sempre exigida a Vitória.
    As vergonhosas derrotas das nádegas são simples acasos sempre muito bem justificados com a diferença de orçamentos.

    Teria vergonha de levar 5 em casa de uma equipa como o Liverpool!

    ResponderEliminar