sexta-feira, 13 de julho de 2018

A candidatura de Carlos Vieira

Carlos Vieira apresentou ontem, ao final da tarde, a sua candidatura à presidência do Sporting. Confirma-se, portanto, a cisão entre os elementos do Conselho Diretivo que permaneceram em funções até à sua destituição na AG do passado mês.

Gostei do discurso de lançamento da candidatura e de algumas das ideias propostas. Para quem não viu, pode fazê-lo aqui:



Sempre apreciei o trabalho discreto mas competente de Carlos Vieira ao longo dos cinco anos em que esteve no Sporting. Se, em abril ou até mesmo logo após os acontecimentos da Academia, Carlos Vieira se tivesse afastado - ao invés de ter permanecido ao lado de Bruno de Carvalho até ao fim -, seria um candidato que eu apoiaria sem reservas. No entanto, ter decidido ir até ao fim com Bruno de Carvalho - recusando sair ou aceitando sequer a hipótese de marcação de eleições para uma data conveniente - poderá ser-lhe prejudicial aos olhos dos sportinguistas. Pelo menos, aos meus olhos, foi prejudicial. É certo que essa sua decisão pode ser vista como demonstração de lealdade - que é uma qualidade importante -, mas também se pode alegar que essa lealdade para com o presidente era devida em primeiro lugar ao Sporting.

Ainda assim, será um nome forte que terá de ser levado a sério. Há, no entanto, um grande problema e um grande desafio que terá de ultrapassar: está neste momento suspenso e não é nada certo que possa vir de facto a concorrer; e, no caso de poder concorrer, terá de ser muito convincente de que tem capacidade para sair da sombra de Bruno de Carvalho e ser o líder de que o Sporting necessita. 

Há ainda a teoria de que poderá estar em conluio com Bruno de Carvalho para colocar o ex-presidente na SAD caso ganhe as eleições. Isso não faz qualquer sentido, por dois motivos:
  • se Bruno de Carvalho for suspenso, então Carlos Vieira também será suspenso;
  • Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, estando em conluio, não teriam nada a ganhar em apresentar duas listas que dividirão a sua base de apoio; nas eleições do Sporting não há hipóteses de formar coligações ou geringonças, ganha a lista que tiver mais votos, mesmo que sem maioria absoluta; logo, concorrendo os dois em separado, terão inevitavelmente menos hipóteses de conseguirem ser a lista mais votada.

Fazendo um curto comentário às propostas apresentadas por Carlos Vieira, destaco pela positiva a construção de uma nova Academia para o futebol na região de Lisboa. Havendo meios financeiros, acho muito importante que isso aconteça: o isolamento de Alcochete e a distância para Lisboa prejudica o recrutamento de jogadores jovens e o acompanhamento dos jogos das equipas jovens e de futebol feminino pelos sportinguistas. É uma reforma estruturante que deverá ser levada a sério pelo futuro presidente, seja ele quem for. Pela negativa, não percebo a necessidade de distribuição de dividendos. A SAD tem demasiados desafios pela frente para estar preocupada em ver-se livre de parte dos poucos lucros que vai conseguindo ter. Percebo que é um piscar de olho aos acionistas, mas eu, enquanto sócio, não gosto da ideia.

Fiquemos agora à espera do programa, da lista... e da decisão do CFD sobre a suspensão do antigo CD.

21 comentários:

  1. Gostei da "Academia das Modalidades"

    ResponderEliminar
  2. Mestre, veja a proposta de outra forma. Sendo o clube o maior accionista da SAD, porque não ficar contente enquanto sócio?

    Z

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o que pensei. Poderá ser um mecanismo "transparente" para ajudar o clube no cumprimento das suas responsabilidades.

      Eliminar
    2. Eu interpretei o que disse sobre dar dividendos como ter o objetivo de ter sempre lucro (só assim é possível dar dividendos).

      Eliminar
    3. Não concordo. Certamente haverá formas menos dispendiosas de movimentar algum dinheiro da SAD para o Clube é que os dividendos são taxados a 28% no IRS (pessoas) e 25% para as IRC (empresas).

      Eliminar
    4. Eu até nem da Academia em Lisboa gosto.. É UMA REDUNDÂNCIA, tanto mais que JÁ HÁ várias "escolas/escolhinhas" espalhadas pelo país ... e o SCP, não é o Sporting Croquetes e Politiquice, mais conhecido por Sporting de Lisboa!.. DE Portugal até já começa a ser curto... portanto a haver mais infraestruturas teria de ser obrigatoriamente fora de Lisboa, isto é, em vez de estar a FOMENTAR A ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA, pois o preço dos "terrenos" necessários a isto na região de Lisboa, dava para fazer 3 ou 4 Academias fora de Lisboa. ponto

      Depois nota-se q Carlos Vieira não tem o carisma de BdC (goste-se ou não se goste), e o meu receio é ver o Carlos Vieira com a JORNALIXEIRADA VIL PUTRIDA E TENDENCIOSA E SEUS AGENTES, penduradas nas orelhas dele a dar sugestões, tal alcoviteiras pérfidas e INTRIGUISTAS.

      Se ser DIFERENTE DE BRUNO DE CARVALHO é não dar conversa e tempo de antena a COISAS VIS E PUTRIDAS, eu até concordo com o Carlos Vieira (foi um dos grandes erros de BdC)... mas se é para DAR POSSE A COISAS VIS É PUTRIDAS, como estas escumalhas das comissões já estão a fazer, então eu não poderia estar mais contra Carlos Vieira..

      Salva-se a posição COMUM NA SAD, posição essa pela qual ambos Carlos Vieira é Bruno de Carvalho estão "suspensos" pela COMISSÃO ELEGAL E IMORAL, pois em vez de SUSPENDER o q estão INDICIADOS E PRESOS, com o q se pode considerar crimes CONTRA O SPORTING, perfere fazer suspensões políticas sem nexo nenhum (críticas a equipas de futebol, até o Presidente da República já fez à selecção)...

      Portanto OS SÓCIOS QUE ABRAM OS OLHOS... na realidade existem 2 candidatos + 5, se os 2 VERDADEIROS CANDIDATOS A FAVOR DO SPORTING FOREM IMPEDIDOS ILEGALMENTE, até podem vir a ser 20 candidatos, mas o VERDADEIRO SPORTING não tem candidatos nenhum, q o queira grande de nível Mundial, e com isso e para isso com a esmagadora maioria da SAD.

      Eliminar
  3. Mestre,

    Parece-me que, caso seja permitido a BdC e CV entrarem na corrida eleitoral e se ambos mantiverem a decisão de concorrer em listas separadas, é certo que nenhum vencerá.

    O espaço que ocupam apenas permite uma candidatura com hipóteses de vencer as eleições.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sua visão está correcta. No entanto nenhum deles poderá se candidatar, Carlos Vieira terá certamente uma punição inferior a BdC mas certamente não lhe permitirá efectivar a candidatura a tempo de 8 de Agosto.

      Eliminar
  4. Mais um post interessante e elucidativo. Parabéns. Apenas uma discordância (não total, ao que parece): a distribuição de dividendos após a operação de recompra das VMOC's, a qual operará uma re-destribuição do capital accionista da SAD em que o SCP Clube passa a ter cerca de 90% do capital accionista) parece-me uma operação adequada para tornar as acções mais atractivas ao investimento de privados, podendo assim lançar uma operação de aumento de capital deu montante em que a SAD continuasse a deter, no mínimo 67% do capital acionista. Aumentaria consideravelmente o capital da SAD, manteria a larga maioria do Clube e valorizaria as acções (o que corresponde a outro aumento do capital, e apaziguaria alguns dos investidores privados).
    Por outro lado, a política de redistribuição algo regular de dividendos, torna tudo mais transparente: os lucros têm de advir dos resultados operacionais (vendas de activos, merchandising, direitos de imagem, valorização das acções, etc. E, assim, não há como "reclamar" que o SCP clube "desvia" dinheiro da SAD. À SAD e seus accionistas o que é da SAD; ao Clube e aos seus sócios o que é do Clube
    Um abraço e saudações leoninas

    ResponderEliminar
  5. Teria sido tudo muito diferente se BdC tivesse renunciado e Carlos Vieira assumisse a presidência, logo em Abril. Enfim...

    O que não consigo perceber é a razão de Carlos Vieira ter resistido/assumido que BdC era o melhor para o SCP na altura, e porque é que agora não pensa da mesma maneira? O que mudou?

    Sinceramente, Carlos Vieira demonstrou na altura que a lealdade está acima do clube, quando o mais importante seria o contrário.

    E se agora não está com BdC, é porque pensa que a gestão da direcção da qual ele fez parte, não foi competente. Na minha opinião, esta candidatura é apenas uma forma pública de desresponsabilização e deitar todas as culpas apenas para BDC, o que demonstra que Carlos Vieria não tinha peso ou força nas tomadas de decisão de BdC.

    Daí ser legítimo pensar que Carlos Vieira seja um cavalo de troia de BdC para a presidência da SAD. Algo que não lhe deve ser estranho, já que no passado, Carlos Vieira e a restante direcção, foi a mula que carregou BdC até à AG.

    ResponderEliminar
  6. A candidatura do Carlos Vieira visa pura e simplesmente uma unificação com a lista Brunista perante a desistência de uma lista em favor da outra, já bem perto das eleições, e com a posterior integração pós eleitoral de uns elementos de uma lista na outra, nomeadamente na SAD (que é o que dá dinheiro).
    Com estas duas listas (do careca e do bipolar)conseguem dois objectivos:
    1-pode ser que só um candidato seja suspenso, visto que os factos mais graves são imputados ao louco e não ao careca, continuando a outra lista.
    2-o dobro do tempo de antena em toda a CS

    ResponderEliminar
  7. Nunca tinha ouvido Carlos Vieira falar. Confesso que estou surpreendido pela positiva, claro, conciso, profissional, para ser franco impressionou-me.

    Sempre fui apoiante incondicional do projecto de BdC, atenção, do projecto, tenho pena que a figura e a pessoa de BdC tenha ficado irremediavelmente desgastada e saturada. Mas o seu projecto não! Deve continuar a ser aplicado no clube!
    E ninguem melhor que Carlos Vieira para o continuar...sem facebooks, sem entrevistas diárias, sem conflitos com tudo e com todos só porque sim!

    Se lhe for permitido concorrer, e se se demarcar claramente de BdC penso que será um candidato muito forte, será o meu candidato!

    ResponderEliminar
  8. Não concordo em nada com a parte de que o CD devia se ter demitido. Com o que sei hoje provavelmente era o mais acertado.

    O que espero de alguém que coloco à frente de uma empresa, um clube uma nação. É que, numa altura caótica do clube, tenha a capacidade de aguentar as primeiras ondas de choque e posteriormente arranjar um plano de ação para se definir o que se deve fazer.

    Se os sócios, ou os sócios que queriam a destituição do anterior CD, só tinham de fazer o seu papel, juntar as assinaturas e convocar uma AG.

    A ação da mesa, na pessoa de PMAG, que estatutariamente tem o dever de solidariedade para com os outros orgãos sociais, foi do mais reles que alguma vez vi. Os resultados da AG de dia 23 em nada mudam isto.

    Não sei se tem muito a ver, mas na altura dos atentatos do 11 de Setembro não vi ninguém a pedir a cabeça do Bush. Ou na altura dos incêndios também não vi cabeças a saltar, e razões haviam para tal, pois Portugal está sem um plano de ordenamento florestal à mais de 20 anos. A grande diferença é que como se costuma dizer, quem semeia ventos colhe tempestades, e as guerras semeadas pelo anterior CD deixaram muitos inimigos que não perderam a a oportunidade para inflamar o ambiente que se viu.

    ResponderEliminar
  9. O Sporting está a saque que ninguém duvide!
    Pessoalmente, e ainda na condição de sócio com menos de quatro anos, eu penso que quantos mais candidatos aparecerem mais o golpe será sentido pelos sportinguistas assumindo-se como os organizadores deste estado de sítio! Admitindo que a contagem será fiel ao número de votantes (com as respectivas taxas correctrizes) menor será a percentagem do vencedor! Por isso avanço com uma ideia que se pode mostrar como capaz de evitar que o Sporting continue a saque! Sem conhecer nenhum é impossível que já não existam sportinguistas com eles no sítio! Pelas minhas leituras sei que tanto o MdCe quanto o MdCa são pessoas capazes de defender os sócios e proporia que ambos apresentassem as suas candidaturas. Imagino que já se conheçam e que conheçam também BdC e CV! O que significaria que numa "last minute" cosmética pudessem adicionar os votos respectivos e assim deitar por terra todo este golpe para mim evidente!
    Se verdadeiramente necessário eu posso (muito ligeiramente) financiar esse projecto!

    ResponderEliminar
  10. Se tivesse saído em Abril ou Maio e agora apresentasse a candidatura era visto como um rato. O Artista do Dia não consegue aprovar a candidatura porque quer proteger a imagem de BdC. Se estas duas candidaturas chocam, parece-me óbvio que quem está a mais é BdC...

    ResponderEliminar
  11. Podem estar em conluio e o plano ser a desistência dum deles a favor do outro, numa data mais propróx das eleições.

    SL

    ResponderEliminar
  12. Contrariamente ao referido aqui nos comentários, entendi também como "o Artista". E pareceu-me um mau sinal…

    ResponderEliminar
  13. Caro mestre,

    Um elemento que ontem estava com o Bruno, hoje sabe-se lá com quem, ao serviço do grupo COFAC... responsável pelo momento mais negro do nosso clube: sem dúvida uma grande escolha!

    Abraço,
    Pedro

    ResponderEliminar
  14. Ao contrário, BdC em princípio deverá ter um castigo maior que CV. Portanto, poderia ser suspenso e CV ter uma repreensão que se não o impediria de concorrer.

    ResponderEliminar
  15. Todo o tempo que se discute a falar de Carlos Vieira e de BdC é tempo perdido, por duas razões:

    primeiro- é evidente que ambas as candidaturas estarão impedidas de se candidatar, ou por não ter ainda saído uma decisão em tempo útil (ou seja antes de 8 Agosto) ou porque entretanto as punições (são inevitáveis) já foram atribuídas.

    Segundo- estar a discutir estes homens (mesmo que gostássemos deles) que fazem parte do passado recente do Sporting é não entender a mensagem que os sócios passaram na ultima AG. o percurso destes homens terminou, temos de o aceitar, e ao contrario do pensam mesmo que tivessem concentrados numa só lista podem ter a certeza que não venceriam, os sócios do Sporting sentem-se traídos pelos acontecimentos recentes e a margem de manobra de ambos está extraordinariamente reduzida. Neste momento Frederico Varandas já leva um margem enorme, Pedro Madeira Rodrigues não tem qualquer hipotese e os outros não contam para o totobola. Na verdade julgo que só uma candidatura de Figo poderia ter o condão de abalar FV, no entanto se como esperámos João Benedito se candidate, pode ter uma palavra a dizer dentro de uma falange significativa de sócios leoninos.

    ResponderEliminar