terça-feira, 4 de junho de 2019

No caminho certo

A diretora executiva da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Sónia Carneiro, revelou esta segunda-feira que a I Liga terá jogos às 12:45 e que as partidas à segunda-feira serão apenas reservadas para equipas envolvidas nas provas europeias.


"Criámos um novo horário, o das 12h45. Portanto, as equipas vão poder jogar também à hora de almoço. Mantêm-se os horários do ano passado e cria-se aqui um novo, há várias janelas para que as equipas possam jogar. Claro que o horário nobre será o das 20h00, mas acho que vai haver algumas surpresas durante a época", disse a responsável do organismo que rege as competições profissionais em Portugal.

Paralelamente, a dirigente da LPFP explicou a alteração da marcação de jogos à segunda-feira, estabelecendo como prioridade a realização dos encontros entre sexta-feira e domingo, ficando apenas o derradeiro dia para os clubes envolvidos nas competições europeias, nomeadamente a Liga Europa, cujos desafios se disputam à quinta-feira e precisam depois de cumprir o período obrigatório de descanso.

"Em relação aos horários, foi uma das alterações regulamentares esta época os jogos à segunda-feira deixarem de ser obrigatórios. Portanto, a janela de segunda-feira fica disponível para quando há equipas que jogam a meio da semana anterior, a fim de as equipas poderem cumprir as suas 72 horas de descanso. Os jogos à segunda-feira serão pontuais esta época", frisou.


in O Jogo



Após anos consecutivos em que os interesses dos adeptos que marcam na presença nas bancadas têm sido colocados no fundo das prioridades, é de saudar que a Liga esteja finalmente a dar alguns passos no caminho certo, ou seja, criando condições para fomentar o aumento das assistências nos estádios espalhados pelo país.

A questão de eliminar por completo os jogos às terças e quintas e reduzir os jogos às segundas até ao mínimo possível é positiva. Falta saber se aumentará a percentagem de jogos disputados à tarde - horário por excelência para levar mais famílias ao estádio - e se esses horários serão distribuídos de forma equitativa por todos os clubes.

Mas há mais que pode e deve ser feito, como, por exemplo, estabelecer limites nos preços que se cobram aos adeptos das equipas visitantes para evitar abusos como os que têm acontecido em determinados jogos. Ou, também, acabar com a prática de proibir adereços das equipas visitantes em certas bancadas de alguns estádios - quem paga bilhete tem direito a levar as camisolas e cachecóis que bem entender.

Que seja o primeiro passo de vários para trazer mais pessoas aos estádios deste país.

4 comentários:

  1. FALTA AGR GARANTIR QUE OS JOGOS GRANDE NAO ACONTECEM AOS DOMINGOS AS 20H OU 21H.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, vamos ver se conseguem distribuir os jogos de forma equilibrada nos diferentes horários.

      Eliminar
  2. Ao mestre deve ter escapado a parte em que as linhas serão disponibilizadas por quem transmite os jogos.

    Ora, vamos ter um clube que é concorrente e arbitro ao mesmo tempo nos jogos em casa.

    Só mesmo em Portugal.

    ResponderEliminar
  3. Ainda não sabes como funciona? vê este video para saberes como estes lampiões funcionam!
    https://www.youtube.com/watch?v=yy5G7eqQk0s&t=79s

    ResponderEliminar