sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Alto risco

Uma visita ao Rio Ave é sempre uma deslocação de risco. Este ano não será diferente, visto que a equipa de Miguel Cardoso tem praticado um futebol bastante positivo, com intenção de ter bola e mandar no jogo, e com resultados encorajadores: a equipa ocupa o 6º lugar na tabela, apesar do calendário inicial complicado que já incluiu receções ao Benfica e Porto e uma deslocação à Madeira. Convém também lembrar o que aconteceu na época passada: o Sporting, depois de uma exibição muito positiva em Madrid, pagou caro o excesso de confiança com que entrou em campo contra o Rio Ave - a derrota por 3-1 foi tão categórica como justa. Mais logo, será necessário aparecer o melhor Sporting se quisermos trazer para Lisboa os três pontos.

O árbitro nomeado para este jogo é Jorge Sousa. Em condições normais, seria uma nomeação incontestável, mas neste caso em particular há dúvidas (legítimas) que se levantam devido à sua recente suspensão pelas palavras dirigidas a Stojkovic no Real Massamá - Sporting B. Obviamente que, sendo Jorge Sousa um dos melhores árbitros portugueses da atualidade - o que, face ao universo em questão, não é garantia de grande coisa -, mais cedo ou mais tarde teria que voltar a arbitrar jogos do Sporting. Espero que tenha percebido que o episódio que levou à sua suspensão é de sua exclusiva responsabilidade, e que, por isso, não apareça em Vila do Conde com sentimentos vingativos. Infelizmente, o Sporting costuma ser um alvo que os árbitros veem como fácil, pelo que não seria surpreendente que tal sucedesse.

Para compor o ramalhete, o VAR será João Capela. É justo recordar que o árbitro já fez um jogo do Sporting na época passada, em Alvalade, e teve um desempenho globalmente positivo. O problema é que uma arbitragem como aquela que fez há quatro anos é difícil de esquecer. De qualquer forma, espero que encare a nomeação de logo como mais uma oportunidade para prosseguir o seu processo de reabilitação junto dos adeptos sportinguistas. Não precisa de nos favorecer. Basta que tenha um desempenho isento e competente.

4 comentários :

  1. Eu aposto numa expulsão nos 5 minutos iniciais com um "Vai já prá puta da bancada, caralho!" a compor o ramalhete.

    ResponderEliminar
  2. Depois queixam-se do discurso de ódio dos adeptos.

    Eu lembro-me de um clube que pediu que um determinado arbitro não arbitra-se os seus jogos e a verdade é que esse arbitro nunca mais arbitrou jogos desse clube.

    Talvez o SCP deva fazer o mesmo as estes dois, se resultar nunca mais temos de levar com eles, se não resultar, podemos sempre referir o caso que mencionei anteriormente.

    ResponderEliminar
  3. Eu espero que Jorge Sousa aproveite este reencontro com o Sporting para se vingar da suspensão a que foi sujeito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto sim é uma filha da putice de um comentário, pois mistura questões legais com verdade desportiva.

      Foi esse o e-mail que lhe enviaste?

      Eliminar