segunda-feira, 23 de julho de 2018

Caso Bruma: Benfica esteve por trás da tentativa de rescisão

Recapitulando o caso Bruma

No dia 11 de julho de 2013, o futebol português assistiu ao nascimento de uma novela que dominou a atualidade durante várias semanas, quando o jogador Armindo Tué Na Bangna, conhecido por Bruma, decidiu considerar inválido o contrato que o ligava ao Sporting até ao final de junho de 2014. O jogador não compareceu ao seu primeiro dia de treinos após as férias, desapareceu do país e iniciou um processo que visava a confirmação da sua libertação do clube, de forma a poder assinar de imediato por quem bem entendesse. Foi também nessa altura que foram elevados ao estatuto de figuras públicas o seu tutor e empresário, Catió Baldé, e o advogado Bebiano Gomes, que se desdobraram em declarações e acusações ao Sporting - que iam desde coação verbal até tentativa de rapto. 

Imagem retirada do blogue Mister do Café
O assunto dominou as capas de jornais, mas as aspirações do jogador e seus representantes acabaram por sofrer um duro revés no dia 23 de agosto, data em que a Comissão Arbitral Paritária decidiu, por unanimidade, que o contrato que ligava Bruma ao Sporting ainda era válido por mais um ano. Entre a reintegração no plantel e a negociação com outro clube, o Sporting e o jogador optaram pela segunda hipótese, chegando a acordo no dia 1 de setembro com os turcos do Galatasaray por 10 milhões de euros, podendo receber ainda mais 3 milhões pelo cumprimento de objetivos e 25% de uma mais-valia futura, e tendo o Sporting pago 800.000 euros de comissão pela venda. Entre o valor fixo da transferência, o cumprimento dos objetivos variáveis e a mais-valia, o jogador acabaria por render cerca de 14 milhões de euros ao Sporting.

Para a história ficou o mau aconselhamento feito ao jogador por Catió Baldé e Bebiano Gomes, que, perante a possibilidade de receberem uma maquia elevada pela colocação de um jogador livre e de enorme potencial, relegaram para segundo plano os interesses desportivos do jogador - que tinha todas as condições para ser uma peça fundamental da equipa principal do Sporting. 

O que nunca se chegou a saber foi onde tencionavam Baldé e Bebiano colocar Bruma caso lhes fosse dada razão no diferendo com o Sporting, e se houve apoio ativo de algum clube para que se concretizasse a quebra de vínculo com o Sporting. Houve notícias que falavam do interesse do Porto - que na altura estava de relações cortadas com o Sporting -, mas nada de concreto se apurou. Certezas nunca houve... até à semana passada.

O blogue Mercado de Benfica disponibilizou, no passado dia 18, o arquivo de emails de Paulo Gonçalves, onde estão incluídas mensagens que mostram, de forma inequívoca, aquilo que realmente se passou: foi o Benfica que esteve a manobrar nos bastidores de forma a roubar Bruma ao Sporting.


O que se passou nos bastidores

A rutura entre Bruma e o Sporting aconteceu a 11 de julho, mas o primeiro registo de envolvimento benfiquista no processo surge vários dias antes. A 7 de julho de 2013, ou seja, quatro dias antes, Paulo Gonçalves recebe o esboço da Notificação Judicial que Bebiano Gomes estava a preparar para formalizar a desvinculação do jogador.


Miguel Lopes Lourenço usa aqui uma conta pessoal mas era, na altura, advogado do escritório Correia, Seara, Caldas, Simões e Associados, que, como se poderá ver já a seguir, assessorou o Benfica neste processo.

Apenas dois dias depois, a 9 de julho, Célia Falé - que trabalha no gabinete jurídico do Benfica - envia um mail a Paulo Gonçalves com o primeiro esboço do contrato a apresentar a Bruma.


Minutos mais tarde, Paulo Gonçalves reencaminhou o documento para os advogados Miguel Lopes Lourenço e José Seixas, desta vez usando as contas do escritório Correia, Seara, Caldas, Simões e Associados, com um texto que não deixa dúvidas quanto ao que estava aqui em causa.


Vou deixar a análise ao conteúdo do contrato mais para a frente. 

No dia seguinte, 10 de julho, ou seja, um dia antes da rutura entre Bruma e o Sporting, Paulo Gonçalves volta a enviar um mail aos advogados que o auxiliavam neste processo. O plano, como se pode ver, passava pela celebração do contrato entre o Benfica e Bruma logo no dia seguinte.


Existem outros mails trocados durante esse mesmo dia sobre o assunto, incluindo um que continha uma versão revista do contrato a oferecer a Bruma. Ainda a 10 de julho, um mail enviado a Paulo Gonçalves permite perceber que o escritório de advogados contratado pelo Benfica participou também na redação de um documento a assinar por Bruma que, supostamente, atestaria a boa-fé do Benfica em todo este processo. Imagine-se se houvesse má-fé...


Em paralelo às questões burocráticas de desvinculação e assinatura do novo contrato, a agência de viagens parceira do Benfica preparava a saída do país de Bruma e respetiva entourage, com a marcação de uma viagem para o Dubai entre 12 e 17 de julho:



Há dois pormenores que vale a pena ressalvar relativamente a esta viagem. O primeiro é que a data de regresso prevista era 17 de julho porque...

Cláusula do esboço de contrato apresentado pelo Benfica a Bruma

... estava previsto que o contrato com o Benfica se iniciasse no dia 18.

O segundo é relativo a um dos nomes referidos na reserva: Isidoro Gimenez. Trata-se de um empresário muito chegado a Paulo Gonçalves que participaria, dois anos mais tarde, numa outra negociata que ficou conhecida pelos piores motivos: a transferência de Francisco Vera do Rubio Ñu para o Benfica, da qual houve suspeitas, da parte das autoridades paraguaias, da existência dos crimes de lavagem de dinheiro e evasão fiscal (LINK).

Tudo isto, convém relembrar, aconteceu antes da rutura definitiva entre Bruma e o Sporting.

Nos dias seguintes houve mais trocas de emails entre Paulo Gonçalves e os advogados sobre a elaboração de documentação no âmbito da desvinculação, incluindo a ação a interpor na Comissão Arbitral Paritária. Também existem registos de contactos diretos entre Bebiano Gomes e Paulo Gonçalves, a acertar pormenores relativamente ao processo.


Os indícios já são suficientemente claros, mas creio que deixa de haver quaisquer dúvidas de que havia uma colaboração assumida entre os representantes de Bruma e os representantes do Benfica quando se observa que a solicitadora contratada para notificar o Sporting... enviou a fatura pelos seus serviços para Bebiano Gomes e para os assessores do Benfica. Perante a receção da fatura, advogado do Benfica perguntou a Paulo Gonçalves quem deveria assumir o pagamento desses custos - se o Benfica ou Bruma. Uma dúvida que apenas se coloca por estarem todos a trabalhar em conjunto para o mesmo fim.



Os contornos do negócio

Os emails disponibilizados pelo blogue Mercado de Benfica também nos permitem saber exatamente quais os contornos do negócio que levaria Bruma a assinar com o clube encarnado.

Num dos mails trocados entre Paulo Gonçalves e Célia Falé, a 10 de julho, é enviado um esboço de contrato entre Bruma e o Benfica que teria a duração de 6 épocas, válido entre julho de 2013 e junho de 2019, em que o jogador auferiria um vencimento bruto crescente - começando em 1,2 milhões nas duas primeiras épocas e subindo progressivamente até aos 2 milhões na última época, com a possibilidade de receber mais 400.000 euros por objetivos em cada temporada - e uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros. Bruma iria receber, portanto, um total de 8,9 milhões distribuídos ao longo de 6 anos, aos quais se poderiam somar mais 2,4 milhões caso todos os objetivos fossem cumpridos. Não há referência ao pagamento de qualquer prémio de assinatura para o jogador.

Nada mau para um jogador de 18 anos mas, ainda assim, não é propriamente o contrato de uma vida. O verdadeiro jackpot estava reservado para os intermediários (carregar na imagem para ampliar):


O Benfica pagaria a Isidoro Gimenez o valor de 6 milhões de euros no prazo de 30 dias. Na eventualidade de uma transferência de Bruma para outro clube durante a vigência deste contrato, o Benfica deveria pagar mais 5 milhões a Isidoro Gimenez (perfazendo então um total de 11 milhões). Para além disso, Isidoro ficaria ainda 50% das mais-valias acima de 11 milhões.

E então Catió Baldé e Bebiano Gomes? Ficariam a chuchar no dedo?

Obviamente que não. No mesmo email em que este contrato é enviado, existem outros dois anexos:


Este contrato foi assinado por uma tal de Royal Capital (cujo endereço fiscal é o mesmo da Premier Football Advisors de Isidoro Gimenez) e Catió Baldé, e estipula que Catió Baldé teria a receber dessa empresa o valor de 5 milhões de euros no prazo de 30 dias, e mais 5 milhões na eventualidade de uma futura transferência. Quanto a Bebiano Gomes...


... teria a receber 1 milhão de euros no prazo de 30 dias após a assinatura de Bruma pelo Benfica.

Ou seja, a presença de Isidoro Gimenez parece ser a de mera ponte para evitar a associação direta de Catió Baldé e Bebiano Gomes ao Benfica. Recapitulemos: no prazo de 30 dias após a assinatura, o Benfica pagaria 6 milhões a Isidoro Gimenez, que por sua vez entregaria 5 milhões a Catió Baldé e 1 milhão a Bebiano Gomes. Os 5 milhões a receber numa futura transferência de Bruma que seriam pagos a Isidoro Gimenez, seriam depois entregues na totalidade a Catió Baldé. Não havendo outro qualquer contrato por revelar, conclui-se que Isidoro Gimenez ficaria "apenas" com 50% das mais-valias acima de 11 milhões de euros de uma futura transferência.

Nada mau para um par de meses de trabalho. Infelizmente para eles, a novela não teve o desfecho que pretendiam e os 800.000 euros que o Sporting pagou de comissões na venda ao Galatasaray devem ter servido de fraco consolo em comparação com os 10 milhões que Catió poderia ter encaixado caso o negócio com o Benfica se tivesse concretizado. 


Implicações

O arquivo de emails de Paulo Gonçalves não permite perceber se alguma vez os contratos chegaram a ser assinados pelas diferentes partes, nem a partir de que momento o Benfica desistiu de contratar Bruma.

No entanto, fica perfeitamente claro que o Benfica contactou os representantes do jogador à revelia do Sporting e participou ativamente na tentativa de desvinculação de um atleta que tinha um contrato válido, em óbvia violação do artigo 18 do regulamento de transferências da FIFA.

Como tal, o Sporting pode e deve fazer queixa do sucedido junto das entidades competentes. O Benfica tem de ser punido pelo que fez.


Uma curiosidade adicional

Para além de recorrer ao escritório Correia, Seara, Caldas, Simões e Associados, o Benfica teve também o apoio de um especialista em direito desportivo: Lúcio Correia. Não se percebe se o fez na qualidade de subcontratado ou por amor à causa, já que não é referido em momento algum o valor de honorários a pagar nem de forma explícita que é um apoio gratuito.

Parecer enviado por Lúcio Correia a Paulo Gonçalves a 9 de julho

Envio de Nótula Jurídica que foi anexada ao processo pelos representantes do jogador

Envio de informação de Paulo Gonçalves a Lúcio Correia sobre o caso Bruma

Pelos termos utilizados ("agradeço penhoradamente o teu empenho e dedicação neste assunto", "caso que pretendo acompanhar até ao fim"), diria que Lúcio Correia não agiu como prestador de serviços contratado pelo Benfica ou pelos representantes de Bruma - é apenas a minha opinião perante os dados disponíveis, não havendo nada que a corrobore inequivocamente.

De qualquer forma, não deixa de ser preocupante que uma pessoa que ajudou o Benfica de forma tão empenhada num processo de desvinculação de um jogador do Sporting seja agora a pessoa que, sozinha, está a decidir na CAP a justa causa das recentes rescisões dos sete atletas do Sporting.


Perante o "empenho" revelado por Lúcio Correia no caso Bruma, a mim parece-me que existem conflitos de interesses complicados de ignorar.

48 comentários:

  1. Mestre,

    "O Sporting pode e deve fazer queixa do sucedido junto das entidades competentes. O Benfica tem de ser punido pelo que fez."

    O Sporting podia e devia, mas quem lá está não fará nada pois a nova mentalidade é de quererem dar-se bem com toda a gente, mesmo que seja sempre o clube a sair prejudicado.
    Novos tempos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é óbvio, somos todos amegues

      Eliminar
    2. Roubar jogadores a um rival (ou tentar): algo que o Sporting nunca fez. heheh

      O drama que vocês fazem...

      Cumprimentos

      Eliminar
    3. Falas de jogadores que rescindiram com o benfica porque o clube não lhes pagava o ordenado? Realmente tudo a ver ;)

      Eliminar
    4. Exactamente Sporting até Morrer... mesmo que Bruma tivesse assinado pelo Merdica, o caso não ia morrer com a anuência da Comissão Arbitral Paritária, parte integrante e no bolso do Grande Polvo... é só ver o caso Doyen q acabou envolvendo a FIFA com verbas retidas das competições europeias.

      PARA HAVER ESTE TIPO DE "ROUBOS" SERIA NECESSÁRIO QUE O SPORTING ANUISSE E NÃO SE DEFENDESSE... ONDE DEPOIS VIRIAM NÓS EMAILS, MAIS UNS MILHÕESITOS NO "MESMO CIRCUITO" PARA "DESPESAS EXTRAORDINÁRIAS" (não seria necessário ser Nhaga para adivinhar os receptarios desse dinheiro).

      IGUAL COM A "LOUCURA" Q NARCO VIEIRA PROMETEU ESTE VERÃO... quem tem cu tem medo... sem estarem asseguradas a "CORRUPÇÃO TOTAL" de ambas as partes, a "loucura" ainda ia dar em pagamentos superiores aquilo que o Merdica poderia receber da Champions...

      Em relação à CAP o mesmo se passa com a Escumalha da Comissão Fiscalizadora, q não tem a mínima "IMPARCIALIDADE" (real e ou imaginária) para julgar o que quer que seja sobre o último CD... além de estar ilegal (é um imbróglio jurídico), e por isso não tem competência para julgar o que quer que seja. ponto... acrescendo q ninguém votou neles.

      Eliminar
  2. Lucio Correia deixa a partir de hoje de ser funcionário da CAP...

    mais nenhum clube aceitará decisões deste verme porque ele participa em conspirações de agentes de jogadores contra os clubes.

    Tudo isto é extremamente grave.
    O Sporting deve participar do benfica à fifa.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns pelo trabalho...!
    Esperemos que as pessoas do Sporting façam proveito deste teu trabalho.
    SL.

    ResponderEliminar
  4. Este e outros assuntos, revelados pelo Mercado do Benfica, não se restringem à forma vil como este clube e quem o dirige, agem. Infelizmente, revelam muito mais, pois englobam também a passividade dos ditos grandes adeptos benquistas encaram estes casos. Diz a nossa tradição que "quem cala consente". Devo confessar, que ao longo dos anos, mantive um respeito muito grande relativamente a Bagão Feliz. Que me desculpe, mas este assobiar para o lado, é mais de Baguinho.

    ResponderEliminar
  5. Esta posta foi à antiga, Mestre. Grande trabalho

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Estejamos atentos ao caso Rafael Leão. O esquema é o mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não tenhas dúvidas que Carrillo foi assediado muito antes dos 6 meses estipulados para poder negociar com outros clubes... Pode ser que isso venha à baila em futuros mails...

      Eliminar
  7. Como sempre, dos lados de Carnide vem um cheiro fétido a trampa . Até quando ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até acontecer o mesmo ao Paulo Gonçalves que aconteceu ao tal árbitro de futsal que nos roubou no Barracão dos Índios.

      Eliminar
  8. Mestre, excelente trabalho!

    Com gente a sério no Sporting, isto seria motivo mais do que suficiente para encavar forte e feio o benfica. Mas infelizmente temos lá agora uns mansos que até queriam patrocinar cimeiras secretas com o orelhas...

    Sobre este caso, na altura tivemos alguém que soube defender os interesses do Sporting até ao limite. Neste momento, lamentavelmente não acredito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anda burro de c@r@lho... coloca agora a noticia da tua candidatura para estes cromos fazerem campanha.

      Eliminar
  9. E curiosidade...quase 3 hora após a divulgação deste tema, não vejo nenhuma "sanita" da da nossa "dita" comunicação social ( CM, Record, Bola, jornal I, etc) a falar disto. Porque será ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basta recordar que este lucio correia esteve horas na sic noticias a comentar as rescisoes no Sporting.
      Adivinhem lá qual a opinião do senhor?

      Eliminar
  10. Excelente trabalho Mestre!

    Luis Filipe Vieira e Paulo Gonçalves são de facto pessoas de muito baixo nível e têm tentáculos em todo o lado...

    ResponderEliminar
  11. E sempre com a C.Social a branquear e manipular..neste momento só um idiota lê os jornais desportivos portugueses.

    SL

    ResponderEliminar
  12. Estou estupefacto... Não pelos actos em si, que deve haver bem pior. Mas sim, pela falta de atenção que estes assuntos têm por parte do público em geral, mas principalmente a CS. Onde está o jornalismo de investigação? Como é que as entidades competentes não se prenunciam? Isto é muito grave para deixar de lado. Tem de se confirmar a veracidade dos emails e agir judicialmente... e sem ser preciso o Sporting fazer queixa!

    ResponderEliminar
  13. incrivel como voces sepreocupam com as jogadas mafiosas do benfica e ja agora do desporto nacional ou jogas com a mesma moeda ou entao e uma batalha perdida que so vai gastar enrgias...nos temos que dar a resposta e dentro das 4 linhas e para isso precisamos de estar unidos espero que com as eleiçoes seja quem ganhar que receba o apoio de todos nos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um crente!
      o futebol português vai jogar-se nas 4 linhas e muito, fora das 4 linhas e quem se vai "lixar" será sempre o mesmo e agora com o branqueamento dos "mansos", vai ser mais fácil. Daí, perceber-se o afã da CS e de muitos elementos ligados ao SLB, no afastamento de BDC, mas o facebook e o "post" de Madrid são mais importantes, para muitos sócios do Sporting.

      Eliminar
    2. Infelizmente os sócios do SCP querem um Presidente que agrade ao Correio da Manhã! incrível! Varandas presidente? Um tiro no Sporting... a morte do leão. Inimigos para quê?

      Eliminar
  14. Lembro-me perfeitamente deste lucio correia na sicNOTicias, apresentado como especialista em direito desportivo, a comentar as rescisoes no SCP. Sempre a opinar que os jogadores tinham toda a razão, claro

    ResponderEliminar
  15. Com uma boa lavagem, branco mais branco não há

    ResponderEliminar
  16. Filhos de uma grande p..... tantas vezes a PJ vai à pocilga e ainda não vi ninguém preso daquela associação de criminosos!!!
    SL

    ResponderEliminar
  17. Creio que com o conhecimento dos meandros do caso Bruma, todos ficarão melhor esclarecidos quanto às razões por que a comunicação social portuguesa, seus agentes e respectivos donos se uniram num para esmagar e destruir Bruno de Carvalho e os interesses do Sporting Clube de Portugal!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não foi necessário que ninguém o empurrasse ele espalhou-se sózinho.Tenho mais anos de sócio que o tipo de vida, fui como sócio insultado, como sportinguista fui ridicularizado, como adepto fui desiludido. Como presidente completou o ciclo, fez o bom o mau e o péssimo. Fez uma coisa que eu nunca fiz que foi desistir de sócio, ofendeu tudo e todos, desbaratou uma equipa e agora vem com falinhas mansas pedir uma 'compreensão'

      Eliminar
    2. Acho que ainda há Sportinguistas lúcidos... parabéns allfacinha

      Eliminar
    3. Sim é só inteligência, lucidez e saldos de jogadores do SCP
      Bruno vendia bem, caro, jogadores com valor! Pagam ou não levam! Ricardo(FCP 30.000.000 €) Piccini 7M ? São lúcidos mas não é da cabeça...Bruno tem de voltar senão o SLB come o Martinha o Varandas , o advogado do R Leão num único pequeno almoço...

      Eliminar
    4. Caro Alfacinha, até acredito que tenha mais ano de ócio do que Bruno de Carvalho de vida, creio, todavia, que em tudo o resto vossemecê tem de menos, como a maioria 71%,... de muito menos! Digo-lhe, por isso,que o meu Sporting é outro, é muito diferente do seu/vosso, o meu Sporting é orgulhoso e muito singular, não se permite comparar à uma Maria que vai com todos, porque se guia por valores e objectivos próprios,rege-se sob o signo da dignidade, da afirmação de carácter, do orgulho leonino,da honorabilidade e verticalidade na sua forma de estar e de agir, talqualmente assumidos pela gestão Bruno de Carvalho.

      Eliminar
  18. A justa causa que a CAP hoje em dia aprecia é apenas para efeitos desportivos, nao tem qualquer efeito, nem faz qualquer apreciação sobre os fundamentos da justa causa do ponto de vista laboral, e é essa que interessa...

    ResponderEliminar
  19. Grande post.
    Parabéns pelo trabalho.

    ResponderEliminar
  20. Logo vi que havia porcos metidos no esquema....

    ResponderEliminar
  21. Genial trabalho, genial! A vergonha continua. Zero eco dos emails, 0 exo deste teu excelente trabalho.

    ResponderEliminar
  22. OBRIGADO MdC

    Esta é uma questão central a todos os pretensos candiddatos e como vão reagir caso vençam as eleições, os interesses do SCP deveriam estar acima de qualquer cúpula de DON CAPOS e ou ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA (benfic@, governo, fpf, liga, cap, ipdj, procudaria, pj, bes, sobrinhos, cofina, césars boaventuras e outra tanta M...).

    Quem fez este trabalho do brumas também encapuza uns 50 para destruir opositores e assim desviar atenção ao que realmente é tema de análise (CORRUPÇÃO GENERALISTA).

    ResponderEliminar
  23. Como vivo fora de Portugal, acho que deveria ser informado o Sr. FJ Marques do fcporto do que aconteceu recentemente na Polónia (ver link),...

    https://eco.pt/2017/12/20/comissao-europeia-ativa-procedimento-por-violacao-do-estado-de-direito-na-polonia/

    http://europa.eu/rapid/press-release_IP-18-3441_pt.htm


    Subsequentemente talvez um post alertar todos os cidadões portugueses qual o seu Estado de Direito extensivo a TODA EUROPA a qual portugalito pertence,...

    Estão entregues a BICHARADA.

    Os portugueses são MANSOS por NATUREZA.

    Comissão Europeia - Comunicado de imprensa
    Proteção dos alertadores Comissão estabelece novas regras à escala da UE

    Bruxelas, 23 de abril de 2018

    A Comissão propõe nova legislação para reforçar a proteção dos alertadores em toda a UE

    © European Union 2018 Director: Catherine Vandezande

    Os escândalos verificados recentemente, como as revelações do Luxleaks, dos Documentos do Panamá ou da Cambridge Analytica, mostram que os alertadores podem ter um papel importante na deteção de atividades ilícitas que lesem o interesse público e o bem-estar dos nossos cidadãos e da sociedade.

    A proposta hoje apresentada garantirá um elevado nível de proteção dos alertadores que denunciem violações do direito da UE, definindo novas normas à escala da UE. A nova legislação instaurará canais seguros para lançar o alerta, tanto no interior das organizações como junto das autoridades públicas. Permitirá ainda proteger os alertadores contra o despedimento, a despromoção e outras formas de retaliação, obrigando as autoridades nacionais a informar os cidadãos e a proporcionar formação às autoridades públicas sobre a forma de lidar com os alertadores.

    O Primeiro Vice-Presidente da Comissão, Frans Timmermans, declarou: Muitos dos escândalos recentes nunca teriam vindo a lume se não existissem vozes corajosas para os denunciar. Mas essas pessoas assumiram enormes riscos. Assim se protegermos melhor os alertadores poderemos detetar e prevenir melhor as situações lesivas do interesse público, como a fraude, a corrupção, a evasão fiscal por parte das empresas ou os danos à saúde humana e ao ambiente. Ninguém deve ser punido por fazer o que está certo. Além disso, as propostas hoje apresentadas protegem também as fontes dos jornalistas de investigação, contribuindo assim para garantir a liberdade de expressão e a liberdade dos meios de comunicação social na Europa.

    ResponderEliminar
  24. O aliciamento de jogadores com contrato é ilegal, e portanto o Benfica ficaria sujeito a consequências junto da FIFA, tal como qualquer clube que assine com jogadores sem que estes tenham pedido rescisão com justa causa.

    Neste caso concretamente o Sporting (não sei se ainda a tempo) pode tentar abrir um processo de queixa na FIFA, já que apesar de o jogador ter sido vendido depois, sofreu uma desvalorização por ter sido forçado a vende-lo antes do tempo e logo após um campeonato do mundo de sub-20 em que foi a maior figura da prova.

    ResponderEliminar
  25. O problema é que nada lhes acontece, continuam a amontoar denuncias e as autoridades desportivas por estarem envolvidas no polvo não atuam. Só se a isso forem obrigadas pela justiça comum, que venha a provar os ilícitos e não tenham hipótese de fugir ou venham a ser envolvidos nesses processos, aí os ratos ao tentarem fugir irão pôr tudo a nu. De qualquer modo acho que o SCP deve enviar para as entidades desportivas internacionais toda a documentação, pois estas estão-se nas tintas para a forma de que os documentos foram obtidos, o que lhes interessa é saber da forma anti desportiva como atua o versado clube.

    ResponderEliminar
  26. Mestre, o curioso dos primeiros 20-25 comentários é quase passarem "a correr" sobre a atitude dos lampiões, focando-se na passividade do actual CG, em contraponto com a agressividade que haveria se BdC fosse presidente.
    Pois, o CG é "naso" e há sportinguistas que, primeiro, defendem o rei-sol; depois, lembram-se dos lampiões e do Sporting...

    ResponderEliminar
  27. será que alguém do Sporting fará a queixa respectiva ? Ou também têm medo do polvo de Carnide ? Se nada for feito, envergonhamos os sportinguistas e a imagem de grandeza de que todos falamos ...mas na verdade, ficamos a saber que somos mesmo pequeninos, e mansinhos.

    ResponderEliminar
  28. Estes mouros deviam já estar há muito tempo a jogar nos regionais!
    Sempre a utilizar a táctica, "chama-lhe puta antes que te chamem".

    ResponderEliminar
  29. Independentemente do que uns alegam e outros negam, o que é assustador é o total silencio dos visados. O Benfica negou a veracidade, um dia se verá, mas com tantos nomes indicados no post é, no minimo, estranhissimo, o silencio dos visados. Existe algum pacto entre eles? Se sim, porque será ?

    ResponderEliminar