quinta-feira, 26 de outubro de 2017

As responsabilidades da FPF

A FPF pode e deve ser alvo de críticas por causa de vários dossiers importantes que está a gerir de forma desastrada - ou a não gerir de todo -, mas há um mérito que não deve ser esquecido: foi a federação que decidiu, de forma atempada e sem esperar para ver como paravam as modas, que o VAR seria para implementar já nesta época em Portugal. Decidiu e cumpriu, e, felizmente, já foram vários os jogos cuja verdade desportiva foi salvaguardada devido ao recurso a esta ferramenta. Há coisas que não têm corrido tão bem, mas isso é um problema que tem mais a ver com os recursos humanos envolvidos do que com a ferramenta em si.

E é por isso que me faz bastante confusão que Fernando Gomes não tome medidas para garantir a maior transparência possível no âmbito do VAR. Não digo com isso que seja obrigatório divulgar todas as comunicações entre árbitro de campo e responsável pelo VAR em situações polémicas - apesar de também não haver algum mal nisso -, mas aquilo que aconteceu na Vila das Aves deveria ter sido assumido de imediato pela Federação. Infelizmente, o que aconteceu (e ainda está a acontecer) foi precisamente o contrário: houve uma tentativa de encobrimento por parte de funcionários da FPF, conforme se pode perceber através do vídeo seguinte:


Fernando Gomes tem feito vários apelos para uma maior consciencialização por parte dos clubes, mas isso soa a pura hipocrisia olhando para o que acontece dentro de portas da federação: a cortina de fumo lançada pelo diretor de comunicação da FPF na sequência do erro que aconteceu em Vila das Aves; a prepotência e incoerência de Meirim e do Conselho de Disciplina; e o corporativismo da arbitragem que vai permitindo que as maçãs podres continuem misturadas com as restantes. Nada disto contribui para a transparência e pacificação no futebol português, e era bom que o presidente da federação não se esquecesse das responsabilidades próprias do organismo que gere no estado atual do futebol.

10 comentários :

  1. Declarou-se a si próprio como incompetente.

    ResponderEliminar
  2. aqui o mais surpreendente para mim é o fernando gomes, que sendo tripeiro, mesmo assim ainda não quis tocar no assunto. E das duas uma, ou está a dar numa de croquete onde prefere beneficiar o clube do sistema de forma a parecer isento, ou então está metido nesta merda até ao pescoço

    ResponderEliminar
  3. Seria avisado que arrumasse primeiro a sua casa e depois vir para o exterior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A casa está impossível de arrumar! ou para começar a arrumação tinha que se varrer a ele próprio dali para fora ...

      Eliminar
  4. Claro que está metido nesta merda até ao pescoço. Não nos esqueçamos do episódio de espionagem que foi realizado ao seu telemóvel. Quem é que nos garante que os gajos lhe apanharam alguma tramóia para o enforcar ao primeiro passo em falso?

    ResponderEliminar
  5. É óbvio que benfas tem o Fernando Gomes agarrado pelos tomates. Cortesia dos SMS que estavam no telemóvel roubado ao presidente da FPF.

    ResponderEliminar
  6. Quando um programa como o Universo Porco da Pancada já é tido como referência deste blogue, ao que tu chegaste Meee$$tre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao menos chegou a alguma coisa. Já tu, avençado multinicks, nunca passaste da cepa torta. Porque não: o teu clube ser campeão não é substituto para seres um falhado inútil.

      Eliminar
    2. Deveria seguir um programa de mentirosos incompetentes que vai para o ar na boistv, onde se apresentam listas falsas de clubes corruptos, ou onde se apenas acertam em 2 dos 8 árbitros que Adão Mendes classificou como padres. Um programa de mentirosos incompetentes.

      Eliminar
    3. Ao palhaço que assina rudolfo: estás tão podre como a merda que tentas defender. E sabes isso. Não tens é para onde te virar. Estás fodido, sabes q estás fodido, mas andas a tentar disfarçar. Segue para bingo, palhaço! Vai ser lindo! :) :)

      Eliminar